Vida de Uber ganha mundo virtual

Uma mistura de simulação com storytelling que educa os motoristas de maneira criativa e irreverente. 

Os possíveis perrengues e situações cotidianas encaradas pelos motoristas da Uber já podem ser previstas no mundo virtual. Buscando a rotina de trabalho deste profissional, o jornal norte-americano Financial Times criou um jogo online para retratar o dia a dia dos condutores do aplicativo, usando relatos reais de pessoas que fazem parte da plataforma. 

No game, você está desempregado e precisa sustentar sua família. O objetivo é pagar a hipoteca da casa de US$ 1 mil. Para isso, o jeito é utilizar o Uber para alcançar a sua missão.

O The Uber Game tem duas maneiras de simulação. A mais fácil (Easier) coloca o jogador na pele de alguém com um bom crédito na cidade de São Francisco, nos Estados Unidos. Já na maneira mais dificultosa (Harder), o condutor virtual tem que enfrentar o trânsito da capital da Califórnia, Sacramento, além de estar com o nome sujo na praça.

O game põe o jogador em diversas situações peculiares que um motorista de Uber pode passar na sua jornada de trabalho. Desde aceitar a deixar um passageiro em local proibido até permitir a entrada de alguém que está comendo um hambúrguer no seu carro. 

Com isso, o jogo virtual é uma mistura de simulação e gerenciamento com uma história interativa. Ele é símbolo de que a interatividade e que a criatividade podem educar. Uma pessoa que pretende aproveitar as oportunidades que a empresa oferece pode tê-lo como base prévia de postura e decisões práticas. Além disso, isso mostra como o storytelling pode amenizar os problemas. Enquanto a pessoa joga, ela se diverte de alguma forma, tornando aquela situação possivelmente desagradável, mais leve. 

Para jogar o game, acesse: https://ig.ft.com/uber-game/