Varejo online deve ter aumento de 20,9% em 2018

Pelo que tudo indica, o varejo brasileiro deve ter um bom ano pela frente. Segundo dados da E-Consulting, que há 14 anos realiza pesquisas no comércio online, o e-commerce poderá faturar R$ 77,5 bilhões em 2018. Se a expectativa se confirmar, o aumento será de 20,9% em relação a 2017, período no qual foi arrecado o valor de R$ 64,1 bilhões.

Os motivos para essa previsão positiva são as ações proativas de algumas operadoras de telefonia e empresas de meios de pagamento. Esses setores acabam estimulando o consumo e o pagamento via internet. Além disso, segundo o estudo, das transações financeiras que irão acontecer na web, 23,5% devem ser via mobile.

A pesquisa da E-Consulting também espera que 84% das pessoas realizem pagamentos por meio online em 2018. A lista dos motivos são vários: comodidade (55%), confiança (46%), segurança (44%) e agilidade (26%) foram citados.

O ticket médio de compras do brasileiro também aumentou. De acordo com os dados, o cliente de e-commerce poderá pagar R$ 319 em 2018. Em comparação com o ano passado, representa uma alta de seis reais. Em 2015, esse dado era de R$ 306.

A E-Consulting calcula o índice do varejo online (VOL) a partir da soma trimestral das vendas online ocorridas nas lojas. Isso inclui o e-commerce B2C (Business to Consumer), mobile commerce, social commerce, entre outros.