Tudo que você precisa saber sobre a indústria 4.0

Máquinas indústria 4.0

Você conhece a Indústria 4.0? A expressão, que tem ganhado muito destaque nos noticiários e no meio industrial, surgiu mesmo em 2011, durante uma feira na Alemanha. O objetivo do governo alemão, à época, era desenvolver projetos e estratégias voltadas à tecnologia.

Se você já se perguntou o que isso quer dizer, uma boa maneira de pensar é imaginar uma indústria inteligente, que tenha capacidade e autonomia para, por exemplo, prever manutenções, agendar novos processos e, principalmente, se adaptar a novos formatos que não tenham sido previamente planejados para a produção. O objetivo da Indústria 4.0, portanto, é englobar todas as principais inovações tecnológicas de diversos campos, como a automação e a internet.

Indústria 4.0: principais elementos

Engenheiros indústria 4.0

Big Data

Big Data é o nome dado para a nossa capacidade de coletar e armazenar uma quantidade gigantesca de informações todos os dias. E é por isso que se torna um elemento-chave para a Indústria 4.0. Por meio desses dados, as máquinas são capazes de realizar diagnósticos sobre seu próprio trabalho e, por isso, terem mais eficiência. São também essas informações as responsáveis por mudar imediatamente a relação entre público e empresa.

Nuvem

A computação em nuvem permite que os sistemas responsáveis pelas operações da indústria sejam compartilhados e, portanto, estejam interligados na internet. Assim, além da possibilidade de serem acessados em todo o mundo, amplia possibilidades e diminui custos.

Internet das coisas

Em alguns anos, você e sua família não serão os únicos conectados à internet na sua casa. Isso provavelmente vai acontecer com o seu chuveiro, fogão. Sua cama. A internet das coisas, que otimiza a organização de muitas casas ao redor do mundo, chegará à indústria, trazendo hiperconectividade entre todos os elementos responsáveis pela produção. Ou seja, as máquinas vão conversar entre si. Dessa forma, relatórios poderão ser gerados em tempo real e armazenados na nuvem.

Segurança

Desde que se produz algo, é preciso se preocupar com a segurança. Mas na Indústria 4.0, esse cuidado ganha novos aspectos. Segurança, agora, significa solidez dos sistemas responsáveis pela informação da empresa. Problemas simples como uma falha na transmissão podem gerar grandes distúrbios. Uma outra questão, e ainda mais importante, é estar plenamente seguro de ataques virtuais, já que todo conhecimento acumulado e toda técnica daquela fábrica estarão disponíveis ali.

Impactos da Indústria 4.0 para o mercado

Uma das grandes mudanças que já foram sentidas com a chegada da Indústria 4.0 é a necessidade do desenvolvimento de novos modelos de negócios. Isso porque, com toda a tecnologia disponível, é possível desenvolver produtos com base na necessidade de cada cliente. Ou seja, a personalização será levada em consideração em primeiro lugar.

Outra grande mudança será o foco em pesquisa e evolução de tudo aquilo que está ao redor dos serviços de segurança. A confiabilidade dos processos de trabalho vai ganhar novas cores e aspectos.

Se o trabalho manual já vem sendo substituído ao longo dos anos, a Indústria 4.0 vai trazer uma infinidade de oportunidades para aqueles profissionais que são altamente capacitados e com formações multidisciplinares.

Para descobrir mais sobre o universo da Indústria 4.0, assista à série especial que a Globo fez no final de 2018.