Tecnologia da Ford domina frota policial americana

Sendo a principal fornecedora de carros para frotas policiais nos EUA – com 63% de participação nessa atividade – a Ford apresentou, nesse ano dois reforços que devem dar dor de cabeça para os foras-da-lei no país.

FUSION POLICE RESPONDER

O primeiro deles dialoga com outro objetivo da fabricante: ser a líder mundial em carros elétricos. O Fusion Police Responder foi apresentado em Los Angeles e Nova Iorque, e tem duas principais vantagens: a reducão de emissões e economia de combustível.

Duas vezes mais econômico que o Interceptor 3.7 V6, atual veículo utilizado pela polícia, ele traz baterias de íon de lítio, que fornecem a grande carga consumida pelos equipamentos responsáveis pela atividade policial. Isso tudo reduz o consumo.

O primeiro sedã híbrido certificado para perseguições tem a capacidade de fazer grandes percursos em diferentes velocidades. Além disso, ele transpõe guias e alagamentos. Equipado com um motor 2.0 de ciclo Atkinson a gasolina, e um motor elétrico com bateria de íons de lítio, ele é calibrado para acelerar numa velocidade de até 96 km/h no seu modo elétrico.

F-150 FORD RESPONDER

A F-150 Ford Responder é a primeira picape certificada de fábrica. Seu primeiro destino será o Estado de Michigan, sendo posteriormente levada às outras unidades policiais dos Estados Unidos.

Sua configuração é baseada na principal linha Off-road da Ford, possuindo algumas características que são fruto de uma adaptação relacionada à sua função específica.

Seus reforços:
  • Diferencial Traseiro Autoblocante
  • Placas de proteção no assoalho
  • Rodas de Aro 18
  • Pneus lameiros

Xerifes de cidades rurais dos Estados Unidos requisitavam um veículo resistente e robusto. A Ford atendeu a esse pedido. A picape tem capacidade para carregamentos de até 910 kg na caçamba. O reboque aguenta até 3.175 toneladas.

O projeto da Ford Responder teve atenção e investimento redobrados. 26 consultores em segurança tanto dos Estados Unidos quanto do Canadá planejaram os atributos do veículo. Provas disso são o sistema de freios e o velocímetro, que foram calibrados com dados da própria polícia. Para completar, bancos e assoalho passam por um acabamento em vinil para facilitar a limpeza e, para aguentar os choques contra veículos em fuga, o pára-choque dianteiro foi extremamente fortificado.

Um alternador de 240 amperes garante o bom funcionamento de dispositivos eletrônicos que estiverem presentes em missões. Essa característica considera a superlotação do veículo, e a necessidade do uso constante de tecnologias.

O motor da picape é um 3.5 EcoBoost, com propriedades híbridas. Sua velocidade máxima fica em 160 km/h. Apesar da potência de 380 cv, se trata de um veículo muito pesado e resistente.

PLANO MAIOR

Esses dois veículos fazem parte de uma intenção maior da Ford. Um investimento de R$4,5 bilhões é destinado ao desenvolvimento de carros com autonomia, desempenho e economia aos consumidores. Nesse e nos 5 próximos anos, a marca deve lançar diversos modelos.