Setor de autopeças cresce 16,3% no faturamento

Os fabricantes de autopeças tiveram boas notícias neste primeiro semestre de 2017. O faturamento do setor aumentou 16,3% em relação ao mesmo período do ano passado. Um dos fatores dessa boa fase se deve ao crescimento da produção de veículos por causa das exportações.

Os dados foram divulgados pelo Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças). Outro aumento registrado foi nas vendas para as montadoras, que aumentaram 33% em relação a 2016. Como consequência, a utilização da capacidade instalada na indústria de autopeças se estabilizou em 66%.

O nível de utilização da capacidade (NUCI) se manteve estável em junho (66%), o que pode indicar que os efeitos da crise política tiveram maior influência para as decisões de consumo e investimento do que para as de produção.

Por outro lado, o faturamento com as exportações teve uma queda de 9,6% quando aferido em reais. Já em dólares, o crescimento registrado é de 5,1%. O mercado de reposição também diminuiu em 2,2%, mas esse dado “negativo” é devido ao crescimento expressivo desse setor em 2016.