Por que o preço do seguro de um carro elétrico é mais barato?

Quase sempre, o preço do seguro é um fator responsável por fechar ou não uma compra. Dependendo do modelo, e do motorista, ele pode chegar até 10% do preço do carro. Algo, em geral, um tanto quanto assustador. Mas você já procurou saber quanto sairia o seguro de um carro elétrico ou híbrido aqui no Brasil?

Eles ainda são mais caros que outros modelos. Principalmente por trazerem tecnologias relativamente novas que usam componentes produzidos a partir de materiais raros e, consequentemente, caros. Entretanto, ao cotar os seguros, uma surpresa: eles são bem mais baratos do que os de modelos convencionais. O motivo é simples, sua manutenção é mais fácil e o risco de roubo ainda é menor.

“Apesar de serem carros de valores altos, os elétricos têm manutenção mais simples. E em caso de acidente, a chance de dano à bateria é baixa. Se isso ganhar escala, o custo de reparo será menor, reduzindo também o preço do seguro”, explica Rogério Hashimoto, gerente de automóvel da Mapfre Seguros, já prevendo a continuidade do baixo valor para o futuro.

Apesar da otimista visão para os próximos anos, há quem pense o contrário de Rogério. Saint’Clair Pereira Lima, diretor técnico da Bradesco Auto, acredita que ainda é cedo para garantir o impacto da garantia estendida. “É preciso checar pontos que encarecem o seguro, como peças e mão de obra especializada. A tecnologia embarcada deve aumentar o custo de reparo do elétrico se comparado a um carro a combustão.”

Até o momento, modelos recém-chegados ao país, como o Renault Zoe, ou que desembarcam aqui em breve, como o Chevrolet Bolt e o Nissan Leaf, não têm preço de apólice. Ou seja, ambas as afirmações são previsões. Porém, podemos analisar a realidade nos EUA, mercado mais maduro nessa questão. Carros como o Volkswagen Golf ou Fiat 500, pagam, em média, 21% a mais no seguro. Na Inglaterra, a diferença chega a 60%.

Já com os híbridos, podemos ter uma ideia de como as coisas funcionam. O preço do seguro do Ford Fusion Hybrid é o mesmo da versão SEL 2.0 EcoBoost. Ou seja, algo em conta para muitos.