Os benefícios do assistente de permanência em faixa

A Insurance Institute for Highway Safety realizou um estudo esclarecedor a respeito de recursos de segurança. A instituição americana demonstrou a importância que o assistente de permanência em faixa pode ter. No caso, o sensor de ponto cedo também se mostrou eficaz para evitar mortes e colisões.

O estudo concluiu que o alerta de saída de faixa diminui 86% dos acidentes fatais. 24% dos ferimentos e 18% dos acidentes no geral são evitados quando ele está em uso.

A pesquisa se restringiu a alguns modelos de algumas marcas. Foram elas:

  • GM
  • Honda
  • Mazda
  • Mercedes-Benz
  • Subaru
  • Volvo

Todos os carros foram produzidos entre 2009 e 2015. Pela verificação nos chassis dos veículos, se concluiu se eram ou não compatíveis com os recuros de segurança que se determinou como via de regra.

O interessante da pesquisa, é a percepção do possível efeito que teria uma maior incidência desses acessórios sobre os veículos produzidos. Se todos os carros fabricados nos Estados Unidos contassem com o alerta, mais ou menos 85 mil colisões e 55 mil ferimentos seriam evitados no ano de 2015.

No que diz respeito ao alerta de ponto cego, a redução de incidentes é menor: 14% das colisões e 23% dos ferimentos.

No Brasil, infelizmente, as tecnologias são bem menos acessíveis. É necessário ir até o segmento de luxo para se deparar com o assistente de permanência em faixa e o alerta de pontos cegos.