O marketing no setor automotivo

A cada ano, vemos mais e mais carros nas ruas. Quando seus preços agradam o consumidor, isso se torna um atrativo, mas o que realmente tem impacto sobre a decisão de compra do consumidor é o marketing automotivo bem praticado. Por isso, montadoras investem rios de dinheiro se voltando para esse lado do negócio.

O CENÁRIO

Alguns números mostram que praticamente 60% dos consumidores buscam informações na internet antes de comprar seu veículo. Afinal, nem todos conhecem informações detalhadas de um automóvel, e algumas só podem ser encontradas online. Mais de 116 milhões de pessoas no Brasil estão conectadas à Internet. Por isso, prover um volume de dados grande a respeito de tal modelo é extremamente importante, se você quer aparecer em vantagem nesse mercado.Logo, antes de mais nada, as montadoras precisam se preocupar com seus sites. Além de imagens do carro, as páginas devem ser ricas em detalhes, fazendo com que o consumidor tenha apenas dúvidas pontuais, que serão esclarecidas na concessionária.

QUEM DIVIDE MULTIPLICA

Outro fator que deve ser levado em conta, é a multiplicidade de frentes na hora de anunciar. Não basta anunciar apenas na TV. Ou apenas no rádio. Ou apenas na internet. É preciso distribuir a comunicação e os anúncios que vão chegar ao consumidor. Isso faz com que ele procure o site e a concessionária, o local onde suas dúvidas serão esclarecidas.As redes sociais também têm sua relevância. Afinal, mais de 94% dos brasileiros que possuem acesso à internet utilizam as redes para trocar textos e imagens ou simplesmente navegar. Dessa maneira, investir em pequenas pílulas de conteúdos informativos no Facebook, Instagram, Twitter e WhatsApp tornou-se tão vital.

CONCLUINDO

Portanto, se você reparar em algum anúncio nas redes sociais, aproveite e não deixe de captar sua mensagem. Eles podem te esclarecer muita coisa, e prover informações importantes. Quem sabe, você não encontra o carro que encaixa na sua garagem?