O e-commerce contra a crise

O ano passado foi um ano difícil para o país. Na economia, na política e, por consequência, nas vendas. Acontece que, apesar da crise e da redução das vendas no varejo, o comércio eletrônico continuou mostrando bons resultados.

Para se ter uma ideia, no mês de outubro de 2016, quando as vendas totais caíram 6,5% em relação ao ano anterior, o comércio eletrônico teve ganho de 15%. Se comparados os três meses anteriores a outubro, o crescimento é de 12,3%.

o-e-commerce-contra-a-crise-header

Entre os setores que mais tiveram resultados positivos estão o de vestuário, materiais de construção, artigos pessoais e domésticos, além de prode-utos farmacêuticos. Já o de supermercados, combustíveis, móveis e eletrônicos tiveram números abaixo das vendas totais.

O segredo, pelo visto, é cair de vez na modernização e investir na tecnologia e no comércio eletrônico.