Nissan entra na corrida por carros autônomos

A Nissan decidiu dar os primeiros passos para entrar na corrida pelos carros autônomos. Com isso, a montadora japonesa espera entrar no segmento e disputar mercado com empresas que já fazem investimentos gigantescos na área, como a norte-americana Uber.

Em parceria com a DeNA, empresa também japonesa especializada em e-commerce, a Nissan deve começar os primeiros testes do aplicativo Easy Ride no próximo mês, na cidade de Yokohama. Essa será a primeira vez que uma fabricante de automóveis testa o próprio software usando carros elétricos e autônomos de fabricação própria.

Além de transportar passageiros, o Easy Ride, que deve ser lançado em 2020, deve funcionar como uma espécie de conselheiro, indicando durante o passeio restaurantes e passeios.   

O anúncio faz parte de um acordo em Nissan, a francesa Renault, e a japonesa Mitsubishi para uma futura cooperação com conglomerado chinês de serviços de transporte Didi Chuxing. “Nós esperamos que com a tecnologia desenvolvida por meio do Easy Ride as empresas do acordo consigam melhor suas próprias capacidades”, disse Ogi Redzic, chefe de veículos conectados e serviços de mobilidade da empresa, em entrevista à Reuters.

A IHS Markit, empresa britânica de análise de mercado, estima que em 2040 cerca de 33 milhões de carros autônomos circulem pelas ruas. Já a norte-americana Goldman Sachs prevê que, em 2030, o mercado de autônomos seja cinca vezes maior que o atual mercado global de táxis.