Loja virtual invade os painéis

Desde dezembro de 2017, os proprietários de carros da Chevrolet, Buick, GMC e Cadillac já podem, entre outras coisas, pedir um cafezinho para ser entregue no trabalho enquanto estão parados no trânsito.

A plataforma criada leva o nome de Marketplace, é gratuita e foi desenvolvida em parceria com a IBM. Ela possibilita, por exemplo, que o usuário compre comida, encontre postos de gasolina, receba descontos em produtos e serviços da GM e reserve quartos de hotel. A possibilidade se estende até mesmo à reservas mesas em restaurantes. Entre as lojas que já fecharam parceria com a GM estão o Starbucks, Dunkin’ Donuts, Shell e ExxonMobil.

“O americano gasta, em média, 46 minutos por dia dirigindo na estrada. Aproveitando a conectividade e nossas capacidades de dados únicas, temos a oportunidade de tornar cada viagem mais produtiva e de devolver o tempo aos nossos clientes ” – disse Santiago Chamorro, vice-presidente da Global Connected Customer Experience, em comunicado oficial da GM. “O Marketplace é o primeiro de um conjunto de novos recursos de personalização que vamos lançar nos próximos 12 a 18 meses para quase quatro milhões de motoristas dos EUA”, concluiu Chamorro.

Ainda de acordo com ele, a ideia atraiu a atenção dos vendedores justamente porque o momento em que o motorista está dentro do carro é um dos poucos em que as lojas não têm poder de influência sobre a pessoa. “Para a maioria dos varejistas e marcas de consumidores, o trajeto diário é o único momento não acessível no dia de um consumidor. O Marketplace oferece aos comerciantes a capacidade de se envolver com mais segurança com os motoristas e passageiros de forma que forneça valor verdadeiro aos nossos clientes”.