Edição limitada traz Mustang ultratecnológico

Em homenagem aos 50 anos do filme Bullit, protagonizado por Steve McQueen, ícone dos filmes de ação, a Ford criou uma edição limitada que promete balançar os fãs da obra.

O Mustang Bullit 2019, que leva a cor característica do modelo pilotado por McQueen – Dark Highland Green – é equipado com um motor 5.0 litros V8, 481 cv, 58 kgfm, transmissão manual de seis marchas e tem velocidade máxima de 270 km/h, superando em o Mustang GT, último modelo convencional da série.

Fora isso, a máquina também conta com bancos esportivos aquecidos de couro Recaro, costuras verdes no painel, tela LCD 12 polegadas, volante de três raios com o nome do filme no centro, alavanca de câmbio com pomo redondo branco, rodas aro 19, pinça de freios Brembo, sistema de escape com válvula ativa e ponteiras personalizadas.

Para o conforto do motorista, o modelo especial oferece posição do banco e retrovisores com memória, sistema de som atualizado, alerta de ponto cego e de tráfego cruzado, sistema de suspensão semi-ativa MagneRide®, que não requer fonte de energia, e sistema de navegação Bullit Electronics.

É claro que tanta modernidade, tecnologia e principalmente, estilo, não são de graça. Para se ter uma ideia, o carro, que foi apresentado pela primeira vez no Salão do Automóvel de Detroit 2018, foi leiloado por US$ 300 mil, cerca de 970 mil reais, durante um leilão em Arizona, nos Estados Unidos.

 

O leilão levantou fundos para a Boys Republic, uma escola de recuperação para jovens com problemas de comportamento. Porém, o preço do veículo no mercado, que ainda não foi divulgado, deve ser três vezes menor que o montante arrecado no leilão. A Ford convidou a atriz Molly McQueen, bisneta de Steve McQueen, para conhecer o novo Mustang Bullit 2019 e, além disso, colocar as mãos no modelo original usado por seu bisavô nas gravações do filme.