Como aplicar o Design Thinking na sua empresa

Para muitos empreendedores, o lançamento de novos produtos ou serviços é uma tarefa desafiadora. Afinal, muitas vezes o desenvolvimento de projetos pode ser caótico e desorganizado. Entenda passo a passo o que é o Design Thinking e como ele pode te ajudar a finalmente tirar as ideias do papel e colocar no mercado.

O Design Thinking é uma abordagem de solução de problemas que tem trazido eficiência para empresas dos mais diferentes setores. Ela consiste em reunir equipes multidisciplinares, isto é, pessoas de diferentes áreas e conhecimentos. Dessa forma, é possível construir soluções sem desperdícios de recursos.

Baseado nos princípios do design, o DT surgiu nos anos 90, aplicado por David Kelley e Tim Brown da empresa de consultoria em inovação IDEO. Atualmente, a abordagem tem diversos formatos, mas consiste em 5 etapas principais. Acompanhe:

1) Imersão

No primeiro momento, as equipes participantes buscam expandir seus conhecimentos sobre o mercado. Aqui todos os métodos de pesquisa são bem vindos: análise SWOT, benchmarking, etc. Entretanto, é muito importante que as equipes estejam em contato com o público alvo. É preciso viver na prática os problemas de seus clientes e extrair o máximo de informações sobre o cenário.

2) Ideação

Depois da imersão, cada equipe analisa todo o conhecimento adquirido e o organiza. É fundamental categorizar os insights, relacionar pontos importantes e definir qual é, de fato, o espaço que o negócio pode preencher. Não é incomum que as equipes encontrem caminhos diferentes neste momento.

3) Prototipagem

Neste estágio, as equipes desenvolvem o MVP (Minimum Viable Product), uma versão simples da solução que desejam desenvolver, seja produto ou serviço. A prototipagem deve evitar desperdício de recursos, pois este é o ponto central do Design Thinking. Vale utilizar o que estiver à mão, desde um post-it até mesmo objetos que ajudem na visualização da ideia.

4) Teste

É hora das equipes colocarem à prova seus MVP’s e observar como o público reage aos mesmos. Depois de alguns testes, as equipes fazem os ajustes necessários conforme o que observaram.

5) Aplicação

A última etapa consiste em tornar a melhor ideia em realidade e disponibiliza-la para o público geral. Ou seja, é hora de investir todo recurso necessário para transformar o que era um protótipo em um produto ou serviço de fato. Por fim, é só coloca-lo nas ruas e obter os resultados.

Sua empresa também pode implementar o Design Thinking, basta instruir seus funcionários e adequar as etapas à sua realidade.