O que faz de um carro inteligente no setor automotivo?

A corrida pela tecnologia é algo que move diferentes áreas. Tudo pelo desejo de apresentar ao público aparelhos e produtos cada vez mais surpreendentes. No marketing, a expressão “early adopters” é usada para definir essa gama de desenvolvedores que constantemente adota uma tecnologia assim que ela chega ao mercado. No setor automotivo, encontramos grande parte deles.

Com certeza, você já ouviu a expressão “carro inteligente.” Frequentemente usada em salões do automóvel para apresentar lançamentos de montadoras, ela é reflexo dos produtos gerados a partir dos investimentos de empresas. Segundo o Brookings Institute, estima-se que, apenas nos últimos três anos, diversas marcas tenham investido cerca de US$ 80 bilhões em tecnologia semi autônoma e autônoma.

Mas, quais são essas tecnologias que de fato tornam um carro inteligente? Confira abaixo:

Tecnologias para conectividade

-Sistemas de multimídia e conexão com aplicativos de entretenimento e serviços.

Ex.: CarPlay da Apple e Android Auto do Google-Entradas USBs em todas as portas

Tecnologias de prevenção de acidentes no setor automotivo

-Farol inteligente com lâmpadas “giratórias” que também direcionam o facho de luz para os lados, permitindo a visualização de pedestres.

-Controle automático que impede a iluminação atrapalhar outros motoristas.-“Teen Driver” capaz de ajustar o carro para ser dirigido a determinada velocidade.-Ajuste de velocidade de acordo com o carro da frente

-Frenagem de emergência automática

-Câmera de 360 graus para visão completa do carro

O seu carro possui alguma dessas tecnologias? Conta pra gente.