Aplicativo revela carros com mais falhas mecânicas

Em primeiro lugar, reconhecer os problemas mecânicos de um carro ainda é algo complicado para muita gente. Apesar de que palpites surjam de vez em quando, estes são sempre incertos. Como resultado, encontrar uma solução viável para tais exames foi um atrativo para os desenvolvedores do aplicativo Engie. Basicamente, uma plataforma capaz de fazer diagnósticos de prevenção e manutenção em tempo real.

Além disso, a ferramenta é composta por um dispositivo Bluetooth que é pareado com o Bluetooth do carro, para ser mais exato, em uma entrada chamada On Board Diagnostic (OBD). Mais adiante, por meio desta conexão, o aparelho envia os dados do veículo pro smartphone. Com o auxílio de inteligência artificial, o app consegue detectar qual é o defeito exato do carro.

Enquanto o aplicativo fornece as informações citadas acima, ele também cria uma comunidade de motoristas e mecânicos para a troca de experiências e avaliações de serviços mecânicos. Desse modo, todos podem cotar e analisar reparos e peças pelo próprio app.

De setembro de 2017 a setembro de 2018, foram coletados dados de 10 mil componentes de diferentes carros. Certamente, a plataforma foi na onda e divulgou quais foram os modelos com mais falhas no Brasil. Desse levantamento participaram somente os modelos com mais de 200 usuários vinculados. Confira a lista a seguir.

1- Chevrolet Spin  (59% dos veículos conectados apresentaram falhas)

-Falha mais comum:  Catalizador está com insuficiência na queima de gases

2- Volkswagen Jetta (51%)

-Falha mais comum:  filtro do sistema de evaporação de combustível

3- Renault Duster  (41%)

-Falha mais comum: falha em um ou mais dos cilindros do motor

4- Chevrolet Agile (41%)

-Falha mais comum: Catalizador está com insuficiência na queima de gases

5- Volkswagen Saveiro (40%)

-Falha mais comum: Catalizador está com insuficiência na queima de gases

6- Chevrolet Cobalt (37%)

-Falha mais comum: Catalizador está com insuficiência na queima de gases

7- Nissan Sentra (36%)

-Falha mais comum: falha em um ou mais dos cilindros do motor

8- Peugeot 207 (35%)

-Falha mais comum: Falha no sensor do TBI (Corpo de Borboleta)

9- Citroën C4 (34%)

-Falha mais comum: no câmbio

10- Mitsubishi Pajero (34%)  

-Falha mais comum: eixo de comando do motor