A loja das lojas

versatilidade varejoHoje em dia existem mercados cada vez mais segmentados, oferecendo todo tipo de produtos e serviços. Você já deve ter visto lojas com especialidades, no mínimo, inusitadas, como a Bombay (loja especializada em pimentas), HakunaMatata (varejo de biscoitos da sorte) ou a Cochilo (espaço para cochilos, bastante procurado por empresários na hora do almoço). Diante de tanta diferenciação, fica difícil propor um negócio inovador, mas com um pouco de criatividade acabam surgindo mais empresas com novas ideias.

Foi pensando nisso que alguns empresários tiveram uma ideia para um novo conceito de varejo. A Endossa é uma loja de lojas, ou seja, ela “aluga” uma vitrine para microempresários, que podem expor seus produtos nas prateleiras. Artesanato, joias, bijuterias, camisetas, você pode encontrar de tudo dentro da Endossa.

Os custos para construir o próprio negócio são muito altos, além dos riscos de realizar grandes investimentos. A Endossa oferece muitas facilidades para os microempreendedores, como infraestrutura, ponto de venda movimentado, condições de pagamento e até vendedores.

Quem determina o “tempo de exposição” da cada loja são os próprios clientes. A cada mês esses microempresários devem alcançar uma determinada média de vendas, caso contrário devem dar lugar a outros interessados e “entrar na fila”. Aqueles que atingem a média podem renovar o contrato e continuar expondo seus produtos.

Intitulada de “loja colaborativa” a Endossa já possui quatro unidades, duas delas localizadas em São Paulo, uma em Curitiba e a outra em Brasília. A maioria dos interessados em alugar os espaços são designers, artesãos, artistas e até estilistas.

Já pensou se a moda pega para o mercado de autopeças? Seria possível utilizar o espaço para vender peças pequenas, ferramentas para mecânicos e acessórios para o carro.

Esse tipo de negócio, mostra que o varejo tem uma grande versatilidade, e que um pouco de criatividade pode ser um diferencial para uma loja em qualquer segmento.