A evolução dos carros nas últimas décadas

Frente carro preto e branco grade

A evolução dos carros é algo inquestionável. Isso porque nos últimos anos presenciamos diversas mudanças que levaram a indústria automotiva a outro patamar. A chegada de tecnologias transformadoras como a conectividade avançada , o desenvolvimento da direção autônoma e a implantação de designs cada vez mais limpos e artísticos são provas nítidas disso. Todas marcam a evolução 4.0, responsável por elevar o mercado a uma nova onda de tecnologia. Mas a pergunta que fica é, como chegamos aqui?

Até chegarmos a esse momento, a indústria percorreu um árduo caminho, repleto de automóveis que quebraram padrões de sua época para oferecer uma experiência melhor para o consumidor seja na performance, na proposta de carroceria ou até mesmo nas ferramentas auxiliares. Esses veículos são verdadeiros marcos para a história. Nada melhor que conhecê-los para entender a evolução dos carros.

Década de 1920 | Ford A 1929Ford A 1929 Preto e Branco Retrô

Criado por Henry Ford, esse modelo apresentou diversos aperfeiçoamentos para as linhas da época. Motor de 4 cilindros, câmbio de 3 marchas de engrenagens retas e a surpreendente velocidade máxima de 105 km/h. Apesar desses fatores, seu grande destaque foi na engenharia da carroceria, ao ser o primeiro modelo a trazer maçanetas externas.

 

Década de 1930 | Ford Cabriolet 1934Ford Cabriolet 1934 Preto Retrô

Esse modelo da Ford também se destacou na década seguinte ao apresentar um design mais robusto, com capô maior e estendido.

 

Década de 1940 | Buick Roadmaster 1949Buick Roadmaster 1949 Bege Retrô

Grandes e espaçosos, esses carros trouxeram uma nova proposta para o design da época. Projetado por Ned Nickles, ele seguia um estilo esguio e imponente, com uma nova grade dianteira cromada. Sua inovação se deu pela implantação dos ventiports – buracos para ventilação do motor.

 

Década de 1950 | Cadillac Eldorado 1959Cadillac Eldorado 1959 Preto Retrô Carro

Esse veículo marcou a quarta geração do Cadillac Eldorado, mais conhecido como “rabo-de-peixe”, graças a sua traseira. Aliás, foi por ela que ele se destacou, com o uso de linhas em longas dimensões e design ousado. Um verdadeiro marco para a evolução dos carros. 

 

Década de 1960 | Chevrolet Impala 1961

A terceira geração do Impala apresentou uma carroceria mais elegante e quadrada do que os modelos de 1958-1960. Além disso, inovou ao trazer bancos dianteiros individuais, câmbio no assoalho e conta-giros na coluna de direção.

 

Década de 1970 | Volkswagen Brasilia 1973

Volkswagen Brasilia 1973 Azul Carro RetrôUm dos carros mais populares do mercado brasileiro, o Volkswagen Brasília apresentou um novo ar para o setor ao trazer modernidade em suas linhas e inspiração em modelos europeus. Seu destaque foi o conceito de carro compacto – pequeno por fora, grande por dentro –, onde era capaz de acomodar com conforto cinco passageiros adultos.

 

Década de 1980 | Volkswagen Santana 1984

Volkswagen Santana 1984 Prata Carro RetrôEsse foi o investimento da montadora alemã na categoria sedãs médios de luxo. Com desenho atraente e perfeito acabamento, o carro conquistou o olhar de outras montadoras ao ser o primeiro carro nacional equipado com catalisador.

 

Década de 1990 | Volkswagen Gol GTI 16v 1995

Volkswagen Gol GTI 16v 1995 Carro VermelhoConsiderado até hoje um dos melhores VW esportivos, o GTI 16 cv chegou ao mercado no fim de 1995 com um motor surpreendente. Mais alto, para acomodar as bielas 15 mm maiores, ele entregou ao mercado muito mais potência e refinamento. Além, é claro, de se eternizar por ser o primeiro carro brasileiro de série a ter injeção eletrônica.

 

Década de 2000 | Volkswagen Gol Total Flex 2003

Volkswagen Gol Total Flex 2003 Carro VermelhoSe hoje é natural vermos veículos flex pelas ruas, há alguns anos isso ainda era raro. Foi em 2003 que a Volkswagen mais uma vez inovou ao inaugurar a era dos carros bicombustíveis no Brasil.