7 estratégias de Marketing da Apple para aplicar na sua empresa

Não só uma das maiores empresas de tecnologia do mundo, mas também uma das que obteve maior crescimento nos últimos anos. Entre 2004 e 2014, a receita da Apple passou de $ 8 bilhões para $ 180 bilhões. Uma evolução impressionante que levanta uma pergunta: como é possível crescer tanto em tão pouco tempo?

Além da qualidade de seus produtos, a Apple reconhece a necessidade de adaptar as estratégias do mercado para o seu nicho. Principalmente na área do marketing. Ela não apresenta os seus produtos como bens de consumo, mas sim como parte determinante de certo estilo de vida. Podemos ver isso pelos clientes fiéis que esperam horas na fila só para comprar a próxima edição de qualquer um de seus produtos.

As estratégias de marketing da Apple são tão eficientes que existem sites e palestras inteiramente baseados nelas. Mas, neste momento, vamos mostrar algumas medidas simples que você pode aplicar facilmente na sua empresa:

1. Repense a necessidade de publicidade

Sabemos que isso é prioridade para muitas marcas. Mas será que é preciso investir tanto dinheiro em anúncios PPC com o Google ou Facebook? Para a Apple, existem duas ações bem mais eficazes que isso: uso de produtos (principalmente por celebridades em eventos populares) e o burburinho gerado pelas recomendações positivas da mídia.

2. Evite disputas baseadas em preço

Muitos vendedores acreditam que precisam oferecer o melhor preço. Mas, de acordo com a Apple, eles podem estar enganados. A ideia da Apple é tornar a sua proposta de valor única, levando aos seus compradores benefícios tangíveis e intangíveis. Muitas vezes você pagará bem mais por um produto da marca, entretanto, é aí que se encontra o reconhecimento.

3. Mantenha o seu marketing simples

Consumidores de tecnologia quase sempre são bombardeados com muitas informações técnicas. Por isso, a Apple acredita que a melhor forma de vender é simplificando. Ao invés de jargões e termos técnicos, ela investe em uma linguagem simples e direta, destacando sempre os benefícios que os consumidores precisam ter e pelos quais ficarão encantados. Tópicos são mais eficazes.

4. Conheça o seu público-alvo

Como resultado do conhecimento completo de seus clientes, a Apple sabe que para falar com eles, é preciso usar uma linguagem simples e familiar. Isso os deixa confortáveis e cientes do que está sendo oferecido. Saiba a linguagem que o seu público usa e se aproprie dela para vender.

5. Planeje a melhor experiência para o usuário

Você sabia que vários clientes da Apple fazem vídeos de si mesmos abrindo os produtos após comprarem? Isso porque ela criou uma experiência para o consumidor que vai muito além da compra. Ir até a loja, comprar o produto, abri-lo e até mesmo ligá-lo são coisas que a Apple tornou únicas para qualquer cliente. Desde o design da caixa até a linguagem da instalação. Tudo é pensado para fazer as pessoas se encantarem.

6. Mire nas emoções do público

Conexões emocionais são a chave para o sucesso quando se fala de marketing. Prinipalmente, quando você insere emoção em seus conteúdos, eles têm mais chances de viralizar. Isso é inclusive explicado por um famoso estudo do Dr. Jonah Berger. Alguns exemplos de emoções que, quando aplicadas, geram belos frutos, são: felicidade, admiração, diversão ou até mesmo ansiedade.

7. Consuma uma comunidade de usuários

Ao longo de sua carreira, a Apple construiu uma comunidade de fãs que supera a de qualquer marca. São eles os primeiros a comprar qualquer produto, a compartilhar seus conteúdos e a engajar campanhas. Isso é resultado de uma estratégia que visou criar uma cultura e uma personalidade para a marca, fazendo com que o público quisesse pertencer a essa comunidade.
Transforme a sua marca e crie a sua comunidade. Ela que sustentará o seu negócio ao longo dos anos.