5 oportunidades de recuperação tributária para o setor de autopeças

Os impostos no Brasil não dão trégua aos empresários. Isso influencia diretamente na lucratividade dos negócios. Você já parou para refletir sobre o quanto é difícil vender para outros estados/países quando se é uma empresa brasileira? O pior de tudo é que as taxas não caem. A boa notícia, por outro lado, é que existem maneiras de fazer uma recuperação tributária para sua loja de autopeças.

Nessa matéria, trazemos excelentes oportunidades para que seu negócio lucre mais, e, com isso, você ganhe mais competitividade em seu mercado. Saiba como aproveitar tudo aquilo que já é seu. Vamos juntos?

Restituição do PIS e COFINS Monofásico

Quem garante que todas as mercadorias estão parametrizadas corretamente na sua base de dados para que você não tribute o PIS e COFINS monofásico? Muitas empresas acabam tributando novamente.

Este tributo compõe a mesma regra que o ICMS-ST. A única diferença aqui é que seu nível é federal. Além disso, esta compensação pode ser feita para empresas do SIMPLES NACIONAL, diferentemente de algumas recuperações tributárias.

Como é feita a restituição? Seu fornecedor está pagando a alíquota maior da cadeia para que ninguém mais pague. Com isso, nasce mais uma oportunidade de recuperação tributária.

 

Exclusão do ICMS da base do PIS e da COFINS

Se você está em busca de competitividade no ramo de autopeças, essa recuperação tributária é uma grande oportunidade.

Dentro do seu faturamento, onde são tributados o PIS e a COFINS, existe o ICMS. Este, por sua vez, pode ser retirado da nota na aplicação da alíquota do PIS e da COFINS. Isso, se a empresa for lucro real ou lucro presumido.  De qualquer forma, irá ser recompensado.

Esse serviço pode ser feito mensalmente ou a longo prazo. A Receita Federal libera esse crédito em apenas 60 dias para compensação em qualquer tributo federal.

Tivemos a oportunidade de entrevistar Renato Paladino – especialista no projeto. Assista o vídeo a seguir:

 

Exclusão do ICMS da base do IRPJ e CSLL

Essa recuperação tributária tem os mesmos critérios que a EXCLUSÃO DO ICMS DA BASE DO PIS E DA COFINS. Sua diferença consiste na limitação de aplicação – apenas IRPJ e CSLL. Dessa maneira, só pode ser destinado a empresas de lucro presumido. Isso porque as empresas de lucro real são apuradas IRPJ do seu efetivo lucro.

 

Ressarcimento do ICMS-ST Portaria CAT 42/2018

Quem mora e opera em São Paulo, certamente já ouviu falar sobre o imposto em questão.

Em primeiro lugar, quem dita o valor do seu produto é o mercado. Isso tem consequências: uma rentabilidade pequena, ou a perda de oportunidade – a exemplo do que ocorre com o mercado externo.

O que complica situação do empresário é explicado de maneira bem simples: você paga o ICMS-ST na entrada e é obrigado a pagar novamente na venda para outros estados.

O Ressarcimento do ICMS-ST CAT 42/2018 pode ser uma saída para quem respira esses ares.

Se você é distribuidor e vende produtos abaixo ou acima do IVA (margem de lucro que o governo presume, desde que saia do fabricante até chegar ao consumidor final), você tem como garantia esta recuperação tributária.

 

Restituição do INSS sobre verbas indenizatórias

A Restituição do INSS sobre Verbas Indenizatórias só se aplica a empresas de Lucro Real e Lucro Presumido.

Os negócios que adotam esse tipo de regime tributário têm como dever o pagamento de 20% do INSS patronal. Além disso, possuem procedentes – chamados de verbas indenizadas:

  • Um terço do aviso prévio;
  • Aviso prévio indenizado;
  • Auxílio doença;
  • Auxílio maternidade.

Recomendamos uma apuração mensal detalhada. Tudo para que você recupere esses tributos.

 

Qual é a recuperação tributária ideal para você?

O foco total e único na operação é um traço que muitos profissionais, em diversos setores, adotam inconscientemente.

Entretanto, como acabamos de apresentar, existe um mundo de oportunidades para o segmento de autopeças.

Quem trabalha na área sabe melhor que qualquer pessoa que em seu setor a margem de lucro é apertada. A explicação conversa bastante com a taxa IVA – que é uma das maiores do mercado.

Procure uma contabilidade, ou consultoria tributária. Faça um levantamento o quanto antes. Qualquer dúvida, esclarecemos nos comentários. Conte com a gente.